segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Quanto mais você tenta...

Segundo a Wikipédia, feminismo é um movimento sócio-político que luta pela igualdade das mulheres em relação aos homens. Já foi definido como uma ideologia que objetiva a igualdade - ou o que seria mais preciso - a igualdade entre os sexos. Outros estudiosos definem o feminismo como um conjunto de idéias políticas, filosóficas e sociais que procuram promover os direitos e interesses das mulheres na sociedade civil.

Não entendo nada disso. Sei o que vejo e o que está ao meu redor. Não posso fazer análises baseando-me apenas em textos. Como não estou interessado no feminismo (apesar de me interessar bastante pela igualdade) quero que você que estiver lendo saiba, que o que vou narrar abaixo, é apenas uma observação quanto ao comportamento de algumas pessoas que estão próximas e em especial a uma pessoa que está confusa, muito confusa (nah, não é você hehehehe). Portanto, não questione minha experiência quanto ao feminismo, pois não tenho nenhuma. Não tenho experiência nem mesmo com o machismo.

O fato é que algumas mulheres, talvez influenciadas (ou pressionadas) por amigas, por diversas mudanças hormonais, por terem sido deixadas por aqueles por quem elas juraram amor eterno (e eles a deixaram) ou ainda outros fatores diversos, têm desesperadamente tentado provar que são independentes, que são modernas, e que não precisam de homem para viver...

Elas se esquecem que feminismo é a busca da igualdade e não da superioridade. Se esquecem que naturalmente homens precisam de mulheres e mulheres precisam de homens. Homens gostam de transar com mulheres. Mulheres gostam de transar com homens.

Fico vendo a pequena menina que não era boba se perdendo, nessa busca desesperada para não depender de ninguém. Para não amar ninguém. "Nunca mais", talvez ela tenha gritado sozinha em seu quarto.

Enquanto isso, aqui no meu cantinho, vou vivendo e vendo ela me observar. Talvez ela até me deseje e isso a deixe mais revoltada ainda. Isso não me interessa. Sei que ela precisa do tempo dela. Sempre digo que "o que tiver de ser será".

A única coisa que me perturba é quando pessoas medrosas colocam o dedo nos meus medos, para fugirem dos seus.



Letra
Tradução

Um comentário:

nah disse...

hahaha...
eu sei que não sou eu, com o tempo vou aprender a não me confundir tanto assim. e as decisões já tem fluido como sempre. o feminismo e a igualdade já são intrísecos a mim mesma.

somos todas uma. :)