quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Ando afoito

Apesar de muito raramente estar sozinho, não gosto de ficar muito tempo sem uma pessoa especial ao meu lado. E já tem um bom tempo que estou apenas beijando bocas sem compromisso nenhum.

Pensando nisso comecei a conversar com algumas pessoas para ver se havia alguma afinidade. Se corpo e mente me agradariam.

Isso é bom para conhecer melhor a pessoa antes de começar um namoro. E é ruim porque durante essa fase de avaliação estou magoando algumas pessoas. Fazendo com que elas pensem coisas ruins de mim. Algumas não se chateiam. Não se magoam. Outras me dizem que eu sou um aproveitador.

Sou muito lógico e tenho a consciência tranqüila pois para nenhuma delas prometi nada e desde o começo sempre disse que poderia dar certo e que também não poderia. E fico tranqüilo também, por saber que para algumas eu era uma opção a mais entre outras que existiam.

É como tenho dito ultimamente: C´est la vie!

Hoje uma pessoa muito legal, dona de uma voz linda e de um carinho muito bom de se ter, me perguntou se estou namorando.

Gostaria de estar namorando. Gostaria de estar andando de mãos dadas por aí. De sentar em algum lugar e conversar fazendo carinho. De me divertir ao lado de uma namorada. De voltar para casa e fazer um sexo pra lá de gostoso. De dormir abraçadinho.

Mas parece que todas as pessoas estão sempre presas ao passado ou eu tenho o carma de gostar de pessoas que não podem rapidamente resolver suas vidas.

O engraçado é que hoje uma pessoa disse que eu fui rápido demais na minha escolha. E o mais engraçado ainda, é que acho que estou sendo até devagar demais e, devido aos fatos, penso comigo se não irei pisar mais fundo ainda no acelerador, pois acredito que dar tempo ao tempo e ficar esperando as coisas acontecerem sozinhas, não faz muito meu estilo.

Por isso estou ao lado de uma pessoa agora, para saber se é com ela que irei ver meu coração disparar com beijos e minha alma molhar com um toque. Se for eu me queto. Se não for continuarei tentando. C´est la vie!


Um comentário:

Barbara disse...

"No final você vai encontrar, nao quem estava procurando, mas quem estava procurando por você!
Gostei deste tb!
Um beijo!