quarta-feira, 2 de julho de 2008

"O que não se pode explicar aos normais"

Essa semana conversamos várias vezes. Ela sempre faz questão de frisar que somos amigos. Já parece até obsessão ou medo de receber uma cantada e ter que mudar de assunto ou me magoar. Falamos de muitas coisas. É possível que ela me conheça quase tanto quanto eu. Não é muito, mas é o quanto eu me conheço.

A grande questão é que eu mereço cada vez que ela frisa nossa amizade. Também, "não sou flor que se cheire", diria minha mãe. Mas pode ser o medo do "jeito" dos homens "perseguirem" as mulheres. Pode até mesmo ser medo de dar chance ao azar e perdemos o que temos de melhor: nossa amizade.

Seja o que for, aprendi a gostar dela. Aprendi a conhecê-la e antecipar sua vontade. Eu saberia acalma-la, compreende-la... Saberia calar quando fosse a hora e a ouvir quando fosse preciso. Saberia a hora de fazer carinho e a hora de carícias. A hora de estar perto e a hora de deixá-la sozinha com suas milhares de idéias. Eu saberia.

Sou tão confuso com meus sentimentos que tudo isso pode ser apenas essa questão da amizade. Nunca tive uma amizade tão aberta e forte assim. Por isso quero que continue como está, pois essa amizade não tem preço.

Sei que você que está lendo, neste momento, é uma pessoa curiosa em saber quem é ela. Não darei um nome, pois não posso. Só posso dizer que falamos:

"Sobre o amor e o desamor, sobre a paixão,
Sobre ficar, sobre desejar, como saber te amar,
Sobre querer, sobre entender, sem esquecer,
Sobre a verdade e a ilusão,
Quem afinal é você,
Quem de nós vai mostrar realmente o que quer,
Um coração nesse furacão, ilhado onde estiver,
O meu querer é complicado demais,
Quero o que não se pode explicar aos normais,
Sobre o porque de tantos porquês,..."

Mas o que realmente eu gostaria de dizer é que:

"Entre a razão e a emoção eu escolhi você!"

Não você que está lendo, mas ela. E não como você talvez esteja imaginando, mas como nós sabemos e como ela faz questão de frisar sempre.

3 comentários:

nah disse...

se fosse para mim.. não saberia o que dizer.

apenas()

"Escrevo-te estas mal traçadas linhas
Porque veio a saudade visitar meu coração."

:* <3

Ronice disse...

O coração é um orgao complicado, anormal...
gostaria que alguem me conhecesse assim.

Branquinha disse...

Às vezes me vejo nessas pelavras,mas como eu não tenho certeza, eu prefiro ficar com o meu chão, mesmo não sendo meu.